Colmeia
Coliving

 

Nossa missão


Nossa missão é promover inovação no conceito de moradia urbana reinventando os espaços atuais e os customizando a um novo conceito de morar.


 
Encontramos nos grandes centros urbanos imóveis bem localizados e exclusivos e os customizamos para as diversas pessoas que buscam morar próximo ao trabalho, em bairros com boa infraestrutura, localização e conforto. Nossa aspiração é justamente conectar estas duas pontas, proporcionando ambientes totalmente modernizados para pessoas que buscam praticidade, harmonia e o melhor, sem nenhum tipo de burocracia.

Além disso, acreditamos que a qualidade de vida está diretamente associada aos relacionamentos que podemos construir no nosso cotidiano e proporcionamos um ambiente em que os encontros entre as pessoas são valorizados, criando uma rede colaborativa.

 

Coliving
Viver em comunidade é um ato que acompanha o ser humano desde as eras mais antigas. A convivência em tribos e clãs, no entanto, foi sendo adaptada à vida urbana e ao aumento da densidade demográfica. Hoje, porém, os resultados provocados por esse comportamento nos levam a refletir: ainda vale a pena manter uma moradia particular, com altos gastos e pouca socialização?


Como alternativa, surge uma tendência (não tão nova) que pretende derrubar, além de paredes, a crise da falta de espaços físicos e os ideais de individualização e desperdício. Trata-se do coliving, um movimento que estimula a integração, a sustentabilidade e, claro, a colaboração.

O que é coliving? Apesar de extremamente atual, o conceito de coliving teve origem em 1972 na Dinamarca em uma comunidade com 35 famílias. A ideia era manter as moradias privadas e compartilhar espaços de convivência e atividades, como refeições e limpeza de ambientes, com o objetivo de estimular o relacionamento entre vizinhos. Acreditando nesse modelo de habitação, em 1988, o arquiteto norte-americano Charles Durrett passou a adotar a filosofia em empreendimentos nos Estados Unidos.

Mas, afinal, o que é coliving? Coliving é um novo conceito de morar, em que diferentes pessoas compartilham a moradia em uma mesma casa ou apartamento. Basicamente, cada um tem a individualidade do seu quarto e compartilha as demais dependências, como sala de jantar, cozinha, banheiros, lavanderia etc. Além da parte física há um incentivo em criar um tecido social entre os moradores. Viver em comunidade nunca foi estranho ao ser humano, porém o crescimento das cidades provocou uma individualização dos espaços. Em resposta a esse movimento, o coliving propõe a volta da convivência e da socialização, de maneira consciente e colaborativa.